Fortalecendo Raízes para uma pastagem mais produtiva

Noticia Fortalecendo Raízes para uma pastagem mais produtiva da netbasic uberaba mg
quinta-feira, 3 Outubro, 2019

Em 2018, o país registrou crescimento no Produto Interno Bruto (PIB), atingindo R$ 6,83 trilhões (IBGE,2018). O setor pecuário contribuiu para este crescimento, somando R$ 597,22 bilhões, 8,3% acima dos R$ 551,41 bilhões apurados em 2017. Com isso, o PIB da pecuária elevou para 8,7% sua participação no PIB total brasileiro.

Os resultados são expressivos, já que o Brasil possui a maior área de pastagem do mundo. Entretanto, além do aspecto econômico, observamos que a pecuária brasileira tem uma característica importante: ter grande parte da produção do rebanho criado a pasto. Isto é, produzir carne e leite com mais economia e praticidade. Em contrapartida, aproximadamente 70% das pastagens estão degradadas ou em processo de degradação, isto é com baixa produtividade.

Diversos fatores históricos podem estar correlacionados com esta situação. Durante décadas o uso de pastagens era realizado de modo extrativista, com forrageiras nativas e pouca tecnologia empregada, tendo como consequência pastos degradados e com baixa produção de matéria verde. No decorrer dos anos com o grande aumento da população e do preço da terra tornou-se necessário o acréscimo da produção de leite e carne de forma rentável. Em decorrência disto é imprescindível o uso intensivo de tecnologias e um melhor manejo do solo.

Com a evolução técnica no segmento pecuário, voltado para formação e recuperação de pastagens, hoje o mercado está cada vez mais atento para o bom manejo do solo. Para isso, inicia-se com o uso dos condicionadores de solo, Calcário (carbonato de cálcio) e Gesso agrícola (sulfato de cálcio di-hidratado). Ambos apresentam funções de melhorar as qualidades físico, químicas e biológicas do solo.

O calcário tem como objetivo corrigir o solo nos primeiros 20 cm, isto é, diminuindo a acidez do solo e eliminando o alumínio que é prejudicial para o desenvolvimento das raízes. Com isso, ocorre o maior desenvolvimento das raízes, disponibilizando nutrientes e aumentando a eficiência dos fertilizantes.

No entanto, a calagem não corrige o problema nas camadas mais profundas, abaixo dos 20 cm, devido a baixa solubilidade. Assim, a aplicação do Gesso Agrícola é imprescindível para o desenvolvimento das raízes em subsuperfície, devido a alta mobilidade no perfil do solo.

Outro aspecto do Gesso Agrícola está relacionado com a função de neutralizar o alumínio tóxico no perfil do solo e aumentar a quantidade de cálcio e enxofre, proporcionando o desenvolvimento das raízes em camadas mais profundas. Isso faz com que as raízes tenham acesso ao maior volume de água e nutrientes, além da maior eficiência na absorção desses, permitindo ganhos significativos na produtividade das pastagens.

Circular Técnico Embrapa Cereais, Planaltina, nº 12 (2001)

Pesquisas realizadas pela Embrapa, avaliaram o efeito do Gesso Agrícola no trabalho de recuperação de pastagem degradada de Brachiaria brizantha cv. Marandu em solo de Cerrado, onde após dois anos de avaliação, a adição Gesso aumentou o rendimento de matéria seca em até 50%.

O Gesso Agrícola e Calcário são importantes condicionadores de solo, que juntos somam na construção do perfil, estimulando e fortalecendo o desenvolvimento de raízes, promovendo a maior absorção de nutrientes e água e então aumentando a produtividade da pastagens, com isso temos pastagens mais produtivdas, com maior lotação e ganho de peso de animal por área.


Msc. Samilla Candida Rodrigues Sousa - Supervisora Técnica Comercial Agronelli Insumos

Jor.: João Fábio Sommerfeld

Fale conosco!

Você tem dúvida sobre a aplicação do Gesso Agrícola Agronelli ou dos demais produtos? Entre em contato com a nossa equipe, por meio do chat onlie, dos telefones: 0800 940 0013 e (34) 3319-1300, ou ainda, pelos nossos canais de relacionamento.

WhatsApp Formulário de contato